hawai nova

Curitiba está pronta para receber o futuro do esporte brasileiro

0
Mais de 4 mil jovens atletas vão competir em 13 esportes e terão à sua disposição uma ampla gama de atrações esportivas, culturais, folclóricas e educativas

A Cerimônia de Abertura dos Jogos Escolares da Juventude Curitiba 2017 será realizada na terça-feira, dia 12, mas a capital paranaense já está pronta para receber os 4.069 alunos-atletas de 1.396 escolas públicas e privadas de todo o Brasil. Os jovens de 12 a 14 anos, que começam a desembarcar na cidade nesta segunda-feira, não vão apenas competir, mas também aprender com as diversas atividades sócio-culturais e educativas que fazem parte do evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB).

No Centro de Convivência, montado no ginásio do Tarumã, os jovens contarão com uma programação recreativa especial. Antes e depois das refeições, vão interagir num espaço criado só pra eles. Um espaço que conta com: lan house, biblioteca, exposição de medalhas, troféus, Tocha Olímpica e uniformes do Time Brasil, uma atração interativa denominada “Formando campeões”, clínica de dança, um painel interativo de LED, estandes da Agência Brasileira de  Controle de Dopagem (ABCD), com ações sobre o jogo limpo, da ONU mulher, da Rede Globo, e um espaço com mesas de totó e uma mesa de tênis de mesa.

“Os jovens poderão experimentar novos esportes, participar de desafios no palco como quiz sobre os nossos Embaixadores, sobre sustentabilidade, sobre os Jogos Olímpicos, assistirão apresentações culturais e folclóricas, terão a oportunidade de interagir com atletas olímpicos e pan-americanos de destaque internacional. A programação é realmente intensa”, afirmou Paula Hernandez, gerente de atividades complementares dos Jogos Escolares da Juventude.

Denominado “Esporte em movimento”, a programação inclui duas clínicas esportivas, de modalidades que não estão entre os 13 esportes que compõem o cronograma dos Jogos Escolares da Juventude. Entre os dias 11 a 15 de setembro, os jovens conhecerão mais sobre o basquete 3 x 3, e entre os dias 16 e 20, a esgrima. Sempre com o apoio de profissionais e ex-atletas indicados pelas próprias confederações esportivas.

O Centro de Convivência fica ao lado da praça de alimentação. Parte extremamente importante na vida de um atleta, a alimentação dos jovens participantes dos Jogos Escolares da Juventude também é tratada com muito carinho pelo COB.

A nutricionista Osana Campos será a responsável por orientar a alimentação dos jovens atletas. E os números impressionam. “Serviremos até 3.000 pessoas por refeição. São atletas, então teremos dois tipos de proteínas. Eles precisam de muita energia também e uma guarnição como purê de batata pra acompanhar é sempre bem vinda, além do arroz, feijão e salada. De sobremesa, teremos frutas, mas como também são crianças, todos os dias faremos um doce especial. Por dia serão cerca de 500 kg de arroz, 180 kg de feijão, 1.200 kg de carne e por aí vai”, disse Osana.

Como as quantidades são enormes e os resíduos são descartados, o Comitê Organizador dos Jogos Escolares trabalha intensamente a parte de sustentabilidade com os jovens atletas. Responsável pelo programa de sustentabilidade, Beatriz Yu Marins afirmou que evitar o desperdício de comida será tratado como prioridade pela organização dos Jogos.

“O programa de sustentabilidade dos Jogos Escolares cresce a cada edição. As crianças recebem squeezes do evento diminuindo muito o uso de copos plásticos e fazemos ações constantes. Entre 2015 e 2016, as famílias das cooperativas de reciclagem contratadas aumentaram em cerca de 20% a sua renda durante os nossos eventos. No total, 42,2 toneladas de lixo foram evitados. Além disso, cerca de 500 litros de óleo de cozinha virou sabão ecológico e biodiesel em vez de ir para aterros sanitários”, disse Yu Marins.

Se os participantes dos Jogos Escolares ainda conseguirem tempo em suas agendas, locais turísticos de Curitiba como o Museu do Olho, de Oscar Niemeyer, a Torre da Telepar, com uma visão total da cidade, o Jardim Botânico e a sua estufa internacionalmente conhecida, são boas opções de passeios. Inclusive, quem for ao velódromo acompanhar as provas de ciclismo (todos os eventos dos Jogos Escolares tem entrada gratuita) poderão tirar fotos com a estufa ao fundo. Os parques Tingui e Tanguá, o memorial ucraniano e o bosque alemão também são opções.

A competição – Entre os dias 12 e 21 de setembro, mais de 4 mil jovens atletas entre 12 a 14 anos se reunirão na capital paranaense para a disputa de 13 modalidades: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei. Organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os Jogos Escolares da Juventude são o maior celeiro de atletas olímpicos do país, revelando, a cada ano, novos talentos para o esporte brasileiro.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio, da Prefeitura de Curitiba e do Governo do Estado do Paraná.

 

Campartilhe.

Comentários desativados.